SOBRE

20ª Feira Pan-Amazônica do Livro homenageia Amarilis Tupiassu

A partir de sua quinta edição, a Feira Pan Amazônica do Livro, além de homenagear um escritor, passou também a escolher um país para celebrar. E de lá para cá, cerca de 11 nações já estiveram nessa condição. Para comemorar, os 20 anos do evento, no entanto, a organização resolveu reverenciar o planeta Terra, representando o país de todos.

O secretário de Cultura, Paulo Chaves explica que a homenagem tem a intenção de chamar a atenção dos convidados e frequentadores da feira para questões que superam as fronteiras físicas dos países. “Ao longo de diversas edições, tivemos vários países homenageados como Portugal, Argentina, Peru e Itália, entre outros. Este ano, escolhemos homenagear o país de todos nós, a Terra, onde procuramos focar os principais temas nessa direção, no sentido de termos uma convivência pacífica e harmoniosa em todo o planeta, respeitando-se as diferenças e, particularmente, o meio ambiente”, ressalta.

A escolha contou com o apoio das pessoas envolvidas no evento, com a escritora homenageada da XX Feira Pan Amazônica do Livro, Amarilis Tupiassu. “Ela abre as portas para muitas discussões: migração, genocídio, campos de refugiados, etc. A Terra corre perigo em várias instâncias, você homenageia, mas também puxa discussão para alertar, no sentido de salvar. Então é um tema muito rico”, avalia.

Serviço: XX Feira Pan-Amazônica,

abertura dia 27 de maio às 19:00h no auditório Benedito Nunes e nos demais dias de 10:00h às 22:00h com entrada franca.

No Hangar Convenções e Feiras da Amazônia.

Release oficial


Imagem que apresenta as diversas marcas que apoiam a XX Feira Pan-Amazônica do Livro